Compartilhe!

No dia 3 de dezembro de 2015 ocorreu a The Game Awards de 2015 e com ela surgiram várias notícias e claro, premiações em várias categorias para games. Neste resumo trazemos a você as premiações dadas durante o evento.

Empresa do ano: CD Projekt Red

Imagem: Reprodução/CdProjektRed

E como esperado por muitos a empresa que ficou com o título de a melhor do ano ficou com a CD Projekt Red, produtora de The Witcher, sendo ela também indicada por muitos pelo ótimo suporte, conteúdos adicionais e entre outros que a mesma apresentou esse ano.

Indie do ano: Rocket League

Imagem: Reprodução/TutoPlayTec

Imagem: Reprodução/TutoPlayTec

Dentre as premiações que ocorreram no evento, talvez esse vencedor seja o mais imprevisível, já que o mesmo estava competindo com jogos tão excelentes quanto, como Ori and The Blind Forest e Her Story. Mas mesmo assim não se pode tirar o mérito desse game que de fato é um grande jogo e mereceu esse prêmio.

Jogo Mobile: Lara Croft GO

Imagem: Reprodução/YouTube

Imagem: Reprodução/YouTube

Não foram muito os games mobiles que chegaram nesse ano às plataformas móveis mas mesmo assim, dos que chegaram de fato, Lara Croft GO era o esperado para ganhar essa categoria.

Melhor narrativa: Her Story

Imagem: Reprodução/GameSpot

Imagem: Reprodução/GameSpot

E na categoria de melhor narrativa tivemos Her Story, um game indie que apostou no antigo modelo FMV (full motion video) e se superou com sua narrativa e história complexa que se desenvolve conforme você vê os vídeos in-game.

Melhor trilha sonora: Metal Gear Solid V: The Phatom Pain

Imagem: Reprodução/YouTube

Imagem: Reprodução/YouTube

E nessa categoria temos um jogo do mestre Kojima que recebeu um prêmio pela melhor trilha sonora do ano, por músicas como Quiet’s Theme.

Melhor atuação/performance: Viva Seifert (Her Story)

Imagem: Reprodução/HerStory

Imagem: Reprodução/HerStory

E como melhor atuação do ano temos Viva Seifert, a pessoa que atuou como a suspeita em Her Story, onde de fato fez uma bela atuação ao se adaptar ao cenário do game.

Jogo de impacto: Life is Strange

Imagem: Reprodução/YouTube

Imagem: Reprodução/YouTube

E como na categoria de jogos de impacto temos Life is Strange, um jogo episódico que contava a história de Max Caulfield, uma menina que descobriu que podia voltar no tempo e tenta assim evitar o assassinato de sua uma menina. O que gera vários ocorridos que desenvolvem a história, onde há momentos tensos e outros tristes, o que dá ao jogo uma ótima escolha para essa categoria.

Melhor jogo de ação: Metal Gear Solid V: The Phatom Pain

Imagem: Reprodução/MeuPS4

Imagem: Reprodução/MeuPS4

E nessa categoria temos novamente Metal Gear Solid V: The Phatom Pain, que foi elegido como melhor jogo de ação e aventura do ano, por contar com combinações de stealth, e tiroteio, tudo ao gosto do jogador além de seu mapa “aberto”, o que o destacou entre os concorrentes.

Melhor RPG: The Witcher 3: Wild Hunt

witcher3_en_wallpaper_wallpaper_10_1920x1080_1433327726

Imagem: Reprodução/TheWitcher

No quesito melhor RPG do ano temos The Witcher 3: Wild Hunt, um jogo aclamado da CD Projekt Red, que ganhou o prêmio de melhor empresa do ano. The Witcher 3, conta com cenários incríveis, além de quests e exploração que facilmente beirava as 100 horas de jogo se o jogador optasse por concluir o jogo por completo, além de uma DLC que adicionava mais uma grande variedade ao game.

Melhor jogo de luta: Mortal Kombat X

Imagem: Reprodução/Xbox

Imagem: Reprodução/Xbox

Nessa categoria era até bem obvio que o jogo de luta de 2015 fosse Mortal Kombat X, que além de ser uma franquia consagrada no mundo dos games de luta, também conta com mecânicas ótimas além de golpes brutais, que destroem o inimigo por completo.

Melhor jogo para família: Super Mario Maker

Imagem: Reprodução/Tecmundo

Imagem: Reprodução/Tecmundo

Como o jogo da família para 2015 temos Super Mario Maker, um jogo que era até bem simples e não reparado pelas pessoas, mas que conseguiu fazer até um bom barulho e chamar a atenção de várias pessoas justamente por ser um jogo totalmente voltado para construção de fases que os jogadores poderiam botar online e outros jogadores irem lá e jogar, o que fez o game ficar com um fator infinito de diversão.

Melhor jogo de esporte/corrida: Rocket League

Imagem: Reprodução/`Playstation

Imagem: Reprodução/`Playstation

E o jogo de futebol de carrinhos não para de fazer barulho. Além de ser considerado o melhor indie do ano também foi considerado o melhor jogo de esporte/corrida de 2015. Justamente por isso, por ser um jogo de futebol de carrinhos, tem ideia melhor do que essa?

Melhor multiplayer: Splatoon 

Imagem: Reprodução/Raggle

Imagem: Reprodução/Raggle

E nessa categoria temos o jogo de jogar tinta nos amigos, é assim que eu intitulo Splatoon, um jogo multiplayer em terceira pessoa lançado exclusivamente para Wii U. O jogo conta com um modo single player e 4 modos multiplayers.

Melhor direção de arte: Ori and The Blind Forest

Imagem: Reprodução/Ori and The Blind Forest

Imagem: Reprodução/Ori and The Blind Forest

E como a melhor direção de arte temos Ori And The Blind Forest, um jogo indie que contava com cenários 2D e percepção 3D de mundo, e suas tonalidades de azul e cores vivas o que dava ao jogo um cenário lindo combinado a sua trilha sonora excelente.

GOTY: The Witcher 3: Wild Hunt

Imagem: Reprodução/The Witcher

Imagem: Reprodução/The Witcher

Quem levou o Game Of The Year de 2015 foi nada mais nada menos que The Witcher 3: Wild Hunter o jogo onde você controla Geralt of Rivia por um mundo fantasioso e incrível. A produtora do mesmo carrega mais dois prêmios da The Game Awards, e competia com jogos como Fallout 4, Batman: Arkham Knight e outros títulos de peso.

E vocês o que acharam das premiações, acham que poderia ter algo diferente?