Share Button

Uma das notícias mais lidas no final de semana passado, foi sem dúvida de que os membros do ISIS usaram o Playstation 4 para se comunicarem. Foram vários os jornais, sobretudo no exterior, que usaram esta informação e a associaram aos ataques em Paris.

1

A informação veio de Jan Jambon, ministro da Bélgica, que comentou sobre esta tática três dias antes dos ataques em Paris. Ainda assim, a Sony achou correto vir a público e comentar oficialmente sobre as recentes alegações:

O PlayStation 4 permite comunicação entre amigos e jogadores, e tal como todos os dispositivos modernos, existe potencial para abuso. Contudo, assumimos com extrema seriedade a nossa responsabilidade de proteger os nossos utilizadores e pedimos que reportem atividades que possam ser ofensivas, suspeitas ou ilegais,” disse um porta-voz da Sony.

Também falaram que colaborarão com as autoridades e que punirão usuários com atitudes suspeitas:

Quando identificarmos tal conduta, estamos determinados a tomar as ações apropriadas juntamente com as autoridades indicadas. É isso que vamos continuar a fazer

Parece que os terroristas recorreram ao Playstation 4 por ser mais difícil de decifrar informações e comunicações através do console, do que o aplicativo de mensagem instantâneas mais usado atualmente, o WhatsApp.

Via EuroGamer