Share Button

Devo confessar que o Batman é um dos meus heróis favoritos, então, em comemoração ao Batman Day resolvi trazer para vocês este post maravilhoso com 10 curiosidades sobre o Cavaleiro das Trevas.

10. Batman Pistoleiro

batmangun

Demorou um pouco de tempo para Bob Kane refinar o personagem Batman. Hoje em dia, Batman não só se recusa a usar armas, como as odeia completamente. Isso é lógico, considerando que uma arma matou seus pais, e, desde então, ele tem se recusado a usar armas de fogo em sua luta contra o crime. No entanto, nas primeiras edições, Batman era algo como um Sherlock Holmes fantasiado, fazendo mais trabalhos de detetive do que lutas em si, mas ainda assim carregava um revólver ao seu lado em suas patrulhas noturnas. Bob Kane logo mudou isso, dizendo que Batman usando uma arma “não parecia certo”.

9. A Sedução do Inocente

seduction

Em 1954, o Dr. Frederic Wertham, psiquiatra alemão-americano, publicou o Seduction of the Innocent um livro infame que alegava que as histórias em quadrinhos, com seu imaginário violento, estavam contribuindo para a delinquência juvenil. A maior parte do livro era focado em quadrinhos de crime e de terror, mas algumas HQs de super-heróis também foram visadas. Uma parte do livro que teve destaque foi o que alegava que Batman e Robin eram um retrato de um casal gay. Muitos pensam que esta afirmação é o que inspirou escritores a fazerem Batman (ou mais precisamente, Bruce Wayne) um mulherengo sem vergonha para ajudar a afugentar o rumor.

8. Hugh Hefner

hefner

Se há uma coisa pela qual Hugh Hefner é apaixonado por, além de mulheres encantadoras, são gibis. Hefner admite que, além de seu trabalho como editor, um de seus primeiros projetos foi o de desenhos animados. Muito mais tarde na vida, ele ainda gostava de dar festas que tinham como tema os quadrinhos.

Em 1965, no clube da Playboy em Chicago, Hefner decidiu fazer uma festa temática do Batman que comemorasse o lado exagerado dos quadrinhos. Ele tinha atores vestidos como Batman e Robin na festa, usando as falas patetas dos quadrinhos estilo “Golly gee whiz” enquanto as antigas séries de filmes do Batman eram exibidas. Mal sabia Hefner que Yale Udoff, um executivo da ABC, foi participar da festa. Quando ele viu a reação positiva do público em relação ao Batman e Robin patetas, ele imediatamente correu para um telefone público e ligou para a ABC com uma ideia para um novo programa de TV do Batman. Assim nasceu a série de 1960 do exagerado, mas adorável Batman.

7. Os Nomes Verdadeiros

Villains

Todo mundo sabe que o verdadeiro nome do Batman é Bruce Wayne e que o do Robin é Dick Grayson. Mas há outros Robins, seriam eles: Jason Todd, Tim Drake e Stephanie Brown. Os principais vilões são, razoavelmente, bem conhecidos também: Mulher-gato é Selena Kyle, o nome do pinguim é Oswald Cobblepot, e o Charada é Edward Nigma (E.Nigma, sacou? Haha) O Duas-Caras é Harvey Dent (esta é óbvia graças ao filme lançado recentemente), e o mordomo fiel de Bruce Wayne é o Alfred, seu nome completo é “Alfred Pennyworth”.

O nome do bandido que originalmente teria assassinado os pais do Batman era Joe Chill. Mas misterioso mesmo é o verdadeiro nome do Coringa, que por muitos anos foi um personagem sem uma origem real, e sua verdadeira identidade (se é que pode se dizer que ele tenha uma) não foi revelada. Só recentemente o palhaço teve uma história de origem contada, e junto com ela veio um nome real: Jack Napier – nomeado em homenagem a Alan Napier que interpretou Alfred na série de TV do Batman.

6. O Primeiro Filme do Batman

1st movie

Qual foi o primeiro filme do Batman? Bem, os fãs casuais vão apontar o de Tim Burton, Batman, de 1990, já os mais esclarecidos, sem dúvida, dirão que Adam West estrelou um filme do Batman, em 1966, que foi lançado nos cinemas. Na verdade, ambos estão errados.

A primeira vez que o Batman foi retratado em um filme que teve qualquer tipo de lançamento foi Batman, Drácula, em 1964, dirigido e produzido por ninguém menos que Andy Warhol. Poucas pessoas viram este filme, e todas as cópias são dadas como perdidas a muito tempo, mas o que se sabe é que o detetive foi interpretado pelo colaborador de longa data de Warhol, Gregory Battcock, e foi completamente não autorizada pela DC Comics. Algumas cenas sobreviveram e apareceram mais tarde em um filme de Warhol chamado Jack Smith e a destruição de Atlantis.

5. O Batman da Vida Real

captain jackson

A história do Batman é uma bem fácil de se identificar com. Qualquer um de nós que está irritado com o crime ou com os mais fortes prejudicando os mais fracos, adoraria fazer como o bom e velho Bruce, colocar um traje e limpar as ruas. Curiosamente, na cidade de Jackson, Michigan, um cara fez exatamente isso. Enquanto sua identidade nunca foi revelada (como todo bom super-herói, eu suponho) “Captain Jackson” um dia se encheu com a criminalidade em seu bairro, decidiu vestir uma capa e um capuz e foi patrulhar as ruas para ajudar a polícia local.

Embora pareça um pouco louco, o índice de criminalidade caiu acentuadamente desde que o Capitão Jackson tomou as ruas. Ele trabalha em estreita colaboração com a polícia local, e nunca confronta diretamente os criminosos, optando por relatar algo suspeito às autoridades competentes, bem como também luta contra a criminalidade através de uma série de projetos de serviços comunitários e programas de sensibilização. Combata o bom combate, Capitão Jackson!

4. Onde Fica a Cidade de Gotham?

Gotham

Originalmente, Batman se passava na cidade de Nova York, como muitas histórias em quadrinhos da época. Mais tarde, os escritores decidiram faze-lo acontecer em uma cidade fictícia com uma história fictícia, para que eles pudessem dar aos quadrinhos seu próprio mundo. Um escritor abriu uma lista de telefone de Nova York aleatoriamente e viu “Gotham Jewlers” e assim o nome nasceu.

A localização da cidade de Gotham sempre foi um pouco confuso, às vezes ela foi retratada na costa leste dos Estados Unidos, e algumas vezes ela foi localizada no Centro-Oeste, perto da cidade natal do Superman, Metropolis. No entanto, um conceito popular, agora afirma que Gotham está localizado na costa leste, especificamente no estado de New Jersey. Isso nunca foi especificamente indicado nos quadrinhos, mas em alguns casos os leitores observaram “Gotham City, New Jersey” em placas de carros, e uma vez na carteira de motorista de um personagem.

3. Quem Desenhou Isso?

batmanbob

Em 1989 no filme Batman, de Tim Burton, há uma cena onde um experiente repórter de Gotham City está sendo zoado por seus colegas de trabalho sobre sua obsessão com o Batman, considerado por muitos como uma lenda urbana. Em um ponto do filme é entregue a ele um esboço de um morcego antropomórfico com cara de bobo em um smoking, com as palavras “Você já viu este homem?”, para grande desgosto do repórter.

Da próxima vez que você assistir ao filme, faça uma pausa por um segundo e verifique a assinatura, este esboço foi elaborado por ninguém menos que o criador do Batman, Bob Kane. Se alguém ainda tivesse esse desenho poderia ganhar uma nota no E-bay.

2. Minha Vida em Calças Justas

life-in-tights

Em 1991, Burt Ward, que interpretou Robin ao lado do Batman de Adam West, escreveu um livro chamado Burt Ward: Minha vida em calças justas. O livro tem sido universalmente criticado como mal escrito, mal publicado e cheio de mentiras ultrajantes. Burt Ward descreve a si mesmo como um gênio, superatleta e tremendo mulherengo, narrando escapadas sexuais infinitas de si mesmo e Adam West. Ele afirma que sempre houveram mulheres no set de filmagem do show, prontas para arrancarem suas roupas e fazerem de tudo com a dupla dinâmica. Ele descreve a si mesmo como um amante de classe mundial e Adam West como totalmente incapaz de satisfazer uma mulher em numerosas passagens quase pornográficas.

Adam West revelou que leu o livro e não se ofendeu, acreditando que ninguém poderia acreditar em metade dele, dizendo que “Burt provavelmente só precisava do dinheiro”. Mais tarde Burt Ward admitiu que foi instigado pelos editores a tornar o livro “mais interessante” e confessou fabricar a maior parte dele. Que vergonha, Menino Prodígio!

1. Mais tempo sendo o Batman

kevinconroy

Ao longo dos anos, grandes nomes de Hollywood têm desempenhado o papel de Batman, mas quem interpretou ele por mais tempo? Esse título vai para Kevin Conroy, que deu voz ao Batman em sete anos da série de desenhos animados do Homem-Morcego, seis jogos de vídeo e cinco filmes de animação – no total, abrangendo 12 anos. Muitos o nomearam como “A Voz do Batman”. Sem dúvida, ele trouxe um pouco de originalidade para o papel com sua visão única sobre o personagem.

Enquanto nos quadrinhos é dito que o Batman disfarça tudo sobre ele quando veste a capa e o capuz, antes da representação de Conroy a maioria das pessoas interpretavam Batman e Bruce Wayne de maneira muito semelhante. Conroy teve a idéia de visivelmente alterar o tom de sua voz quando ele vai de combatente do crime a playboy milionário.

DC Entertainment está trazendo de volta o evento favorito dos fãs em comemoração ao Cavaleiro das Trevas. O Batman Day está de volta depois de grande pressão popular e acontece este sábado, 26 de setembro de 2015. O Batman Day se tornou um evento anual que honra um dos super-heróis mais populares e emblemáticos, celebrando todas as coisas do herói, o Batman dos quadrinhos, dos jogos, filmes e mais. Fãs em todos os lugares são convidados a participar dessas festividades com milhares de lojas de quadrinhos, livrarias, escolas, bibliotecas e outros parceiros de varejo que participam do evento centrado no nosso querido herói. – Dc Comics

Via ListVerse