Share Button

Antes de Batman, a cidade de Gotham já existia. James Gordon (Ben McKenzie) é um detetive iniciante polícia, recém-promovido tem como missão solucionar o caso do assassinato dos bilionários Thomas e Martha Wayne, um dos casos mais complexos da cidade. Com seu parceiro, o oficial Harvey Bullock (Donal Logue), Gordon conhece o único sobrevivente do assassinato: Bruce (David Mazuouz), um garoto de 12 anos, filho do casal, por quem ele imediatamente sente uma grande afeição.

“Gotham” na série é uma cidade sombria e escura, igual a cidade dos quadrinhos. O primeiro episódio não foca muito no morcego e sim nos problemas criminais da cidade e mostra os acontecimentos antes do Cavaleiro das Trevas surgir.

Já foram lançados 4 episódios com um altíssimo orçamento e tecnologias usadas em longa metragens. “Gotham” possui uma fotografia incrível, com direção de arte impecável usando uma paleta de cores acinzentadas que dão o tom do universo do Batman: sombrio e inescrupuloso.

Confira o trailer da série:

Figuras como Oswald Cobblepot, que mais tarde viria a ser o Pinguim, Selina Kyle, a futura Mulher-Gato, Alfred Pennyworth, o mordomo e fiel escudeiro de Bruce, entre outros personagens, já dão as caras no primeiro episódio – e que caras jovens, todos eles – e pavimentam o terreno ao futuro da série, que já deixa algumas peças soltas para serem encaixadas depois.

O furdunço da maioria de fãs são os vilões, as pequenas aparições estão dando o que falar.

Na minha opinião a série é muito mais que somente sobre Gotham, parece estar indo na direção da origem dos vilões, e apesar de focar nas aventuras de Gordan, a série conta nas entrelinhas a formação de personalidade do Batman, é a origem do morcego bem mais aprofundada. Por enquanto ele é apenas um garoto assustado.

Ao que tudo indica, a série faz justiça aos vilões icônicos dos quadrinhos e a grande maioria fica dividido entre vilões e o nosso tão querido morcego. Não há como não se apaixonar pelo Pinguin, Hera Venenosa, Coringa e a lista dos vilões apaixonantes, que é grande…