Compartilhe!

Durante as filmagens de “O Senhor dos Anéis”, com direção de Peter Jackson, cerca de 300 soldados da Nova Zelândia foram designados pelo governo para auxiliar nessa empreitada. Esses soldados ficaram praticamente anônimos e não recebiam nenhum tipo de adicional por seu duro trabalho, apenas o salário do exército.

É costume entre os militares colocarem nomes nas operações que realizam. Nessa época foi escolho o nome de “OPERATION TOLKIEN” e ficaram conhecidos como “LOTR Soldiers”, ou Os soldados do Senhor dos Anéis. O nome foi dado pelos soldados justamente por envolver uma operação relacionada aos filmes, obviamente.

Na camisa que esses soldados usavam estava escrito “OPERATION TOLKIEN, Trained in Middle Earth, Fought on Mt Doom, Campligned at the Gates of Mordor, Beyond to the Plains Rohan,” Traduzindo “Operação Tolkien, treinados na Terra-Média,Lutou na Montanha da perdição,Acampou nos portões de Mordor, Além das planagens de Rohan”.

Veja a imagem abaixo:

operação-tolkien

Em entrevista ao jornal “The Sunday”, o soldado britânico Dave Yeoman (foto acima) afirmou na época (2002) que trabalhar nos filmes foi mais difícil que as operações militares em Northern Ireland e nas Falkland Islands. Recentemente, outra operação também ganhou o nome do professor Tolkien, também chamada “OPERATION TOLKIEN” entre os policiais do Reino Unido, em Londres.

O Reino Unido não considera crime a prostituição propriamente, mas condena a exploração sexual por meio de bordéis, solicitar serviços sexuais publicamente, aliciamento de pessoas para a prostituição, proxenetismo, etc. Entre os meses de julho e setembro desse ano (2013) a “Operação Tolkien” realizou a prisão de mais de 40 pessoas que estavam envolvidos nesse tipo de crimes. A lei britânica pune severamente quem recebe dinheiro por favores sexuais e quem paga também, especialmente quando essas pessoas estão nas ruas e em locais públicos. Porque deram o nome de Operação Tolkien. Não sabemos ao certo, talvez porque o policial que deu esse nome a operação seja um leitor do professor Tolkien.

Via Tolkien Brasil