Compartilhe!

Ao contrário da Microsoft, que inicialmente foi muito criticada com sua política que restringia jogos usados na nova versão do console Xbox, a Sony por sua vez nunca teve qualquer intenção de introduzir algo parecido no PlayStation 4, segundo o CEO da Sony Computer Entertainment, Andrew House.

Os rumores sobre o bloqueio de jogos usados na próxima geração do console da empresa, começaram em fevereiro. Mas até então, não haviam muitas informações por parte da Sony sobre o que PlayStation 4 traria aos fãs. O que Andrew House deixou bem claro em uma entrevista ao “The Guardian”, é que a empresa nunca teve qualquer intenção de desviar-se do modelo de varejo tradicional.

“Eu tenho que dizer que estávamos um pouco perplexos, porque não tínhamos intenção de mudar de um modelo que eu acho que tem nos servido muito bem, para uma plataforma com vários ciclos de vida.”

2013 é um ano de grande importância para os gamers dos consoles mais vendidos até então, que agora contam com novas versões dos mesmos. Antes de ambos serem anunciados e exibidos ao público, um debate sobre políticas de bloqueio de jogos usados ocorria na internet e a Sony não queria entrar nessa. Tendo em vista que a empresa não deixou tudo bem claro durante o surgimento dos rumores, a E3 2013 foi o palco ideal para levar a notícia ao público.

Conferência da Sony, na E3 2013 | Imagem: Reprodução/Dawn.com

Conferência da Sony, na E3 2013 | Imagem: Reprodução/Dawn.com

House também acrescentou que não há um “equilíbrio” entre os criadores de jogos, clientes e varejistas, quando se trata da questão da venda de jogos usados. “Nós somos uma editora de jogos por nós mesmos”, disse House, “então há um certo argumento para nós que deve haver um modelo para os criadores de conteúdo participarem de segundas vendas.”

“Tendo dito isso, no entanto, o consumidor vê a posse como um benefício muito fundamental na compra de um produto físico. E o outro lado do argumento é que os varejistas vão dizer que a grande maioria do valor da venda de usados, é imediatamente reaproveitado em novas compras de jogos, e essas pessoas, por sua vez criam mais interesse.”

Após a conferência da Sony na E3, muitas pessoas escolheram o PS4 como seu próximo console. Assim como sistemas operacionais, o videogame é escolhido de acordo com as necessidades dos jogadores. Mas a Sony acabou oferecendo muito mais que o concorrente, o Xbox One. E aí, qual console mais lhe agradou?

Via GameSpot