Share Button

Uma nova guerra se inicia. Empresas, nações e usuários comuns serão inseridos em um campo de batalha.

Empresas contra Estados, contra Hackers

Michael Joseph Gross, escritor do livro Silent War (Guerra Silenciosa) levanta questões sobra o conceito de guerra virtual que ainda não foram esclarecidas. Entres essas questões, duas perguntas sem sobressaem : O governo dos Estados Unidos deveria explorar brechas no Windows e lidar com o potencial dano à imagem da Microsoft ao fazê-lo?” e “Quem deve pagar a conta quando os bancos dos Estados Unidos sofrem ataques?”

Enquanto descreve a guerra, o escritor ilustra situações em que o conflito pode atingir as companhias privadas. Se tem como exemplo o vírus Flame. O Malware teria se espalhado em várias redes no Irã e em outros países do Oriente Médio ao se disfarçar como Windows Update.

Gross retrata o início do conflito e seu desenvolvimento e aponta que a proposta dos Estados Unidos para impedir a proliferação nuclear pode ter desencadeado uma ameaça ainda maior. Ele ainda reporta casos em que os hackers estão refinando técnicas primitivas, como os ataques DDoS (ataque de negação de serviço).

Via Tecmundo