Compartilhe!

Já faz algum tempo que o maior site de compartilhamento de vídeos da web, o YouTube, passa por mudanças. Além dessas diversas mudanças, haviam também muitos rumores afirmando sobre possíveis alterações mais sérias na plataforma de vídeos do Google. Uma delas seria os canais com inscrições pagas.

De acordo com o Financial Times, o Google pode lançar esse serviço ainda nesta semana. Inicialmente as inscrições seriam oferecidas em 50 canais e o preço ficaria em torno de 2 dólares por mês. Segundo o vice presidente do YouTube, Robert Kyncl, as inscrições serviriam como uma ferramenta para a criação de “fluxos de receitas adicionais”, visando os criadores de conteúdo.

Ultimamente, o Google propôs diversas medidas para promover a criação de conteúdo original no YouTube. Os canais pagas seriam mais um incentivo aos usuários e também uma ajuda para que os proprietários de canais possam financiar a criação de novos conteúdos com a receita gerada por eles.

As assinaturas no YouTube também seriam uma forma de concorrência com os serviços atuais de video-on-demand, como o Netflix. Sendo assim, esse serviço pode não ser uma má ideia para aqueles que já estão acostumados a pagar por conteúdo. Mas claro, é muito bom lembrar que o YouTube continuará sendo um serviço gratuito, porém terá conteúdo a mais para estiver afim de desfrutá-lo e pagar por ele.

Ainda não se sabe se o serviço chegará ao Brasil, mas se chegar você pagaria por ele?

Via The Verge

  • victorwagnergato80@hotmail.com

    não pagaria.

  • carlos witte

    pagaria , acho justo ! é o futuro na minha opnião , todos devem começar a se acostumar com isso !

  • matheus

    nao pagaria

  • Rafinha Bastos

    Esse youtubers não perdem por eaperar.A mamata vai acabar logo logo,

  • Até 10 reais por mêS? Sem problemas.

  • Eu não pagaria vai começar com 5 real,despois vão aumentar de preço.

  • Peraldiano

    Ótimo,se for para ver conteúdo de qualidade,independente da área (artes,cultura,música,literatura,economia,cinema,etc).Ninguém aguenta mais tanta baboseira adolescente e pseudo-intelectual no Youtube,um paraíso de gente desocupada e retardada.Com a inclusão digital, o vazio e o medíocre ocuparam a quase totalidade da internet.Prá falar a verdade, internet de pobre devia custar o dobro do preço e ter metade da velocidade.