Compartilhe!

De acordo com a Bíblia Judaica, Sodoma e Gomorra foram duas cidades que teriam sido devastadas com fogo e enxofre descidos do céu. No relato, as cidades juntamente com os habitantes foram destruídas devido aos atos imorais que eram praticados ali. Contudo, pesquisadores ainda não encontraram nenhuma prova comprovando a existência das cidades.

De acordo com o livro religioso, a causa da destruição foi a perversidade da população, a imoralidade e a desobediência a Deus. Textos rabínicos ainda relatam  que a população de Sodoma era blasfema , sanguinária e tratava os visitantes de forma sádica.

Segundo o livro de Gênesis, a destruição começou após a desobediência da mulher de Ló. Ela, juntamente com Ló e a família foram retirados da cidade por anjos, que lhes ordenaram seguir em frente em direção as montanhas e sem olhar para trás. A mulher de Ló desobedecendo a ordem olhou para trás e foi transformada em estátua de pedra, começando assim a destruição das cidades.

Em 2008 um Planisfério foi descoberto e analisado por pesquisadores que descobriram que a placa na verdade foi redigida por um astrônomo sumério. Metade da placa consta informações sobre posições planetárias , e a outra metade é a observação de um asteroide de enormes proporções. De acordo com a rota escrita, há a possibilidade desse asteroide ter se chocado contra os Alpes austríacos.  Seu rastro teria sido devastador a ponto de destruir uma área  de 1 milhão de quilômetros quadrados.

O livro ” Decifrando a Terra” da USP descreve camadas de carvão encontradas nos locais onde provavelmente se situavam Sodoma e Gomorra, que assim como a cidade de Pompéia foram queimadas.

Via Wikipédia

 

  • Carlos Eduardo

    mitologia judaico-cristã … apenas tolos acreditam nas porcarias escritas na gibíblia.

    • silveira

      Carlos Eduardo, eh por pessoas c pensamento como vc q o mundo tá desse jeito.

  • Rodriguez Francia

    E a atlântida, mito, verdade ou desafio?