Compartilhe!

É bem comum estar navegando pela web e do nada encontrar algo muito curioso e até estranho, principalmente em artigos da Wikipédia. Pois bem, estava fazendo algumas pesquisas há um tempo atrás e acabei encontrando algo assim. Trata-se de um artigo relatando a Epidemia de Dança que ocorreu na França no ano de 1518. É, você leu corretamente: uma Epidemia de Dança.

Em 1518, na cidade de Estrasburgo (França), uma mulher, de nome Frau Troffea, começou a dançar incontrolavelmente em uma rua, algo que durou de quatro a seis dias. Ao passar de uma semana, outras trinta e quatro pessoas haviam-se juntado a ela, e como se isso não bastasse, em um mês já haviam aproximadamente 400 pessoas dançando sem parar nas ruas da cidade. Muitas dessas pessoas eventualmente morreram de ataque cardíaco, derrame ou exaustão.

A Epidemia foi mais um caso de Dançomania, um fenômeno social ocorrido no continente europeu entre os séculos XIV e XVIII; era constituído por grupos de pessoas, às vezes centenas de uma só vez, que dançavam de forma incontrolável e bizarra. Homens, mulheres e crianças saíam dançando pelas ruas de vilarejos ou cidades, ocasionalmente espumando pela boca até desmaiarem de cansaço.

O conselho de médicos da região de Estrasburgo, descartaram a possibilidade de causas astrológicas ou sobrenaturais, diagnosticando o problema como uma “doença natural” causada por “sangue quente”. As autoridades no entanto encorajaram as pessoas a continuarem dançando, abrindo dois salões, um mercado de grãos e até mesmo um palco de madeira no local do fenômeno. Isto foi feito na crença de que os dançarinos só se recuperariam se continuassem a dançar dia e noite.

Para aumentar a efetividade da cura, as autoridades chegaram inclusive a contratar músicos para manter os afligidos em movimento. Alguns dos dançarinos foram levados a um santuário, onde buscou-se uma cura para seu problema, que naturalmente não foi alcançada.

Se você achava que já tinha lido tudo de estranho na história, é bem provável que tenha se enganado.

  • Harlem Shake

    • Rubens Paulo

      ah, você fez meu comentário :/
      Harlem Shake (2)

  • Assim começaram os flash mobs..

  • Rodriguez Francia

    Devia ser muito triste viver na idade média. Se você não fosse um nobre ou um clérigo, era bem provável que você só dançasse. =/

    • Rubens Paulo

      kkkkkkkkkkkkkk, dançaram mesmo.