Compartilhe!

A descoberta de que cada pessoa enxerga o mundo de uma maneira de diferente, representa uma possível evolução no que diz respeito à segurança dos computadores no futuro. A partir da maneira única como cada um de nós analisa imagens,  o pesquisador Oleg Komogortsev, pretende criar um sistema capaz de substituir as senhas de proteção utilizadas atualmente.

“A intenção é que as máquinas do futuro sejam capazes de detectar a maneira como cada um de seus usuários observam os ambientes ao redor, restringindo ou liberando o acesso a conteúdos no processo”, disse o cientista ao TechNewsDaily.

A pesquisa ainda está numa fase inicial e serão necessários anos de investimento até que ela comece a surgir em aeroportos, locais de trabalho que lidem com dados sigilosos ou até mesmo em computadores de uso individual.  Apesar disso,  o pesquisador acredita que a técnica tem potencial o bastante para substituir as análises de íris já utilizadas por várias campanhas do mundo afora.

Via Tecmundo